Acompanhe os artigos do Blog Grandha sobre beleza, saúde, dicas de penteados, cortes, utilização dos nossos produtos e muito mais. O Blog Grandha conta com especialistas em todas as áreas da tricologia, o estudo do cabelo. O autor e editor do Blog Grandha é o gerente de comunicações da marca, Diego Martins. O consultor técnico é o diretor técnico do Grupo Mart'bel, do qual faz parte a Grandha, para o Brasil e a Europa, Celso Martins Junior, também consultor do programa Bem Estar da Rede Globo, vice-presidente da ABT - Academia Brasileira de Tricologia e professor do curso de pós-graduação em tricologia da Universidade Anhembi Morumbi, em São Paulo, SP.

Jornada Técnica Grandha 2017, em Campinas, SP. Evento fantástico e imperdível, ocorreu no dia 14 de agosto de 2017.

Cisteamina de Sódio na Jornada Técnica Grandha 2017

Lançamento nacional da Cisteamina de Sódio, em Campinas

Enfim, aconteceu o grande lançamento nacional da Cisteamina de Sódio, na última segunda-feira, dia 14 de agosto. Durante a incrível Jornada Técnica Grandha 2017, os técnicos Grandha de todo o estado de São Paulo puderam demonstrar, para mais de 350 espectadores, todas as possibilidades de compatibilidade e aplicação do ativo.

Jornada Técnica Grandha 2017, em Campinas, SP. Evento fantástico e imperdível, ocorreu no dia 14 de agosto de 2017.

Celso Martins e Aloisio Santana conduziram a Jornada Técnica Grandha 2017 em Campinas, SP.


Dupla ação: cabelo liso e cabelo cacheado

A Cisteamina de Sódio é um ativo resultante da reação entre a cisteína e o famoso hidróxido de sódio. Possui pH entre 7 e 7,5, o que lhe proporciona mais compatibilidade, tolerância e capacidade de interação com outros procedimentos químicos tradicionais.

Clique aqui, para saber mais sobre a Cisteamina de Sódio.

Cisteamina de Sódio Grandha. Jornada Técnica Grandha Campinas 2017.

Cisteamina de Sódio Grandha. Jornada Técnica Grandha Campinas 2017.


Jornada Técnica Grandha 2017 | Campinas, SP

Quem esteve presente na Jornada Técnica Grandha 2017, na cidade paulista de Campinas, se impressionou com a dimensão e com a dinâmica do evento. Além do show de conteúdo, o ritmo do evento surpreendeu bastante a todos os espectadores.

Em pouquíssimo tempo – das 13 às 17h; apenas 4 horas –, um batalhão de técnicos da Grandha conseguiu a impressionante proeza de realizar um número considerável de serviços profissionais da Grandha, alguns dos quais foram listados neste artigo, um pouco mais adiante.

Grandha se mantém como referência criativa em cosméticos profissionais

Num momento adverso do mercado cosmético nacional, a Grandha se destaca em meio à escassez de verdadeiro conteúdo técnico e continua se renovando, além de reinventar conceitos e soluções cosméticas profissionais, para o Brasil e o mundo. Temos um prazer e alegria enormes, por trazermos conosco alguns dos melhores profissionais do Brasil, capazes de lidar com ativos e ideias ainda desconhecidas, mesmo nos mercados europeu e americano.

Jornada Técnica Grandha 2017, em Campinas, SP. Evento fantástico e imperdível, ocorreu no dia 14 de agosto de 2017.

Time de Técnicos Grandha, uma família super talentosa!


Confira algumas das mágicas realizadas na ‘Jornada Técnica Grandha | Campinas 2017’

Permanente Afro Grandha. Jornada Técnica Grandha Campinas 2017.

Desintoxicação Capilar Grandha, com Tioglicolato de AMP. Jornada Técnica Grandha Campinas 2017.

Alisamento conjugado Grandha, com Tioglicolato de AMP. Jornada Técnica Grandha Campinas 2017.

Hidróxido de Guanidina Grandha. Jornada Técnica Grandha Campinas 2017.

Blond Extreme Grandha. Coloração e descoloração profissionais. Jornada Técnica Grandha Campinas 2017.


Acompanhe nossas atualizações e novidades no Facebook Grandha.


5-alfa-redutase é solução para quem sofre com queda capilar, calvície, queda de cabelo por conta de alopecia.

Inibição De 5-Alfa-Redutase: Esperança Contra Alopecia

Tratamento de Alopecia Fibrosante Frontal

Sabe-se que a alopecia fibrosante frontal (AFF) é caracterizada por diminuição dos cabelos na região frontotemporal e afeta principalmente mulheres na pós-menopausa. É considerada uma alopecia cicatricial cuja incidência está aumentando significativamente, contribuindo para um impacto negativo na qualidade de vida das acometidas. As causas da alopecia fibrosante frontal são desconhecidas, mas acredita-se que haja influência de um mecanismo auto-imune e um desequilíbrio hormonal. Um grupo de pesquisadores espanhóis publicou, em 2016, um relato de caso de uma mulher de 77 anos que procurou tratamento para a perda de cabelo na parte parietal (topo do couro cabeludo), local onde sentia muita coceira. A paciente relatou que tinha um “alargamento na testa” e, por meses, percebia significativa queda de cabelo.

5-Alfa-Redutase

A paciente recebeu o diagnóstico de alopecia fibrosante frontal e o tratamento proposto consistia na associação de corticosteróides tópicos (indicação usual para esta doença) e inibidores de 5-alfa-redutase – tal como o kit Urbano Spa Hair Therapy (finasterida, dose de 2,5 mg/dia, indicação mais recente para o tratamento de AFF). Após 5 meses do início do tratamento, a paciente apresentou melhora no aspecto e um grande alívio na coceira.

Imagens extraídas no artigo de Sancho et al., 2016, mostrando o  retrocesso da linha de implantação frontal, com pelos isolados; bem como o retrocesso nas regiões parietais, em ambos os lados.

Imagens extraídas do artigo de Sancho et al., 2016, mostrando caso típico de alopecia fibrosante frontal.

O que é 5-alfa-redutase?

5-alfa-redutase é uma enzima que converte a testosterona, o hormônio sexual masculino, em um outro mais potente, a di-hidrotestosterona.

Estudos recentes indicam que medicações inibidoras de 5-alfa-redutase (finasterida e dutasterida) podem ser úteis no tratamento da AFF. O Dr. Ademir Carvalho Leite Júnior descreve esta possibilidade na sua dissertação de mestrado (PUC-SP):

“Tosti et al.(2005) e Ladizinski et al.(2013) sugerem uma participação hormonal no surgimento dos quadros de AFF, sendo esta uma possibilidade para explicar a origem do quadro com mais frequência em mulheres, em especial nas menopausadas. Os autores salientam o acometimento de áreas androgênio dependentes nos pacientes com a doença e uma boa resposta dos pacientes aos tratamentos com finasterida (uma medicação anti-androgênica), como uma justificativa para a teoria hormonal da causa da AFF. O tratamento da AFF raramente promove recuperação capilar, tendo como objetivo principal estabilizar o processo através de controle da atividade inflamatória local. Tan e Messenger (2009) descrevem resultados com o uso de corticoterapia tópica e intralesional. Samrao et al.(2010), apresentam resultados do uso de antimalárico, hidroxicloroquina, em pacientes com AFF. Tosti et al.(2005), relatam estabilização do quadro com uso de inibidor da enzima 5-alfa-redutase, a finasterida e, em 2013, Racz e colaboradores, em uma revisão sistemática de 114 pacientes com AFF e líquen planopilar, apresentam dados avaliando resultados do uso da finasterida, de outro inibidor da enzima 5-alfa-redutase, a dutasterida, de antimaláricos e da corticoterapia tópica e intralesional.”

Mais um motivo de esperança para nossos pacientes com alopecia fibrosante frontal.


* Esta matéria foi elaborada pela aluna Cândida Appel, do Curso Superior de Tecnologia em Estética e Cosmética, da UNISC (Santa Cruz do Sul – RS), pela tricologista Tatiele Katzer e enriquecido com trecho do Dr Ademir Jr. Originalmente publicado no blog Tricologia Médica e republicado aqui, no Blog Grandha, com edição de Diego M. Martins.

Referência:
Sancho et al. Anales Sis San Navarra, v.39, n.3. 2016.


To Top

Acompanhe nossas atualizações e novidades no Facebook Grandha.


Estética e Embelezamento Dominam Quadro de Denúncias


Por: Ascom/Anvisa
Publicado: 30/03/2017

Relatório de Denúncias sobre Serviços de Interesse para a Saúde identifica São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará, Paraná e Distrito Federal com maior número de ocorrências e envolvimento com formol e ácido glioxílico.

Salões de Beleza e Clínicas de Estética

Os serviços de estética e embelezamento dominam o quadro de demandas do 4º Relatório de Denúncias em Serviços de Interesse para a Saúde. Divididos entre salões de beleza e clínicas de estética, esses serviços concentram 52% das denúncias recebidas e 80% das demandas avaliadas como de maior risco à saúde.

As denúncias se concentram principalmente nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará, Paraná e no Distrito Federal. Entre as ocorrências, estão lesões nos olhos e queimaduras diversas, vindas principalmente das atividades de cabeleireiro e das clínicas de estética, com a utilização de formol.

Queixas Frequentes

Uso de formol, não-esterilização dos materiais de trabalho, reutilização de cera de depilação e ausência de equipamentos de proteção individual (EPI) são algumas das atividades que causam os problemas em salões de beleza.

Segundo os dados do Sebrae, o setor de estética e embelezamento conta com aproximadamente 500 mil estabelecimentos no país, o que talvez explique a superioridade nas demandas.

O relatório foi produzido com o objetivo de auxiliar na percepção dos problemas relacionados à saúde. Nele estão consolidadas as denúncias que chegaram à Agência no ano de 2016, categorizadas em 14 tipos de serviços pré-definidos e monitorados: estética e embelezamento (que incluem salões de beleza, centros de estética, serviços de manicure e pedicure, entre outros); tatuagem; hotelaria; instituições de longa permanência para idosos – ILPI (asilos, casas de repouso etc.); comunidade terapêutica (atenção a dependentes químicos sem atendimento médico); academia de ginástica; creche; estabelecimento de ensino; necrotério; acupuntura; piscinas/saunas; SPAs; saúde prisional e sistema sócio educativo.

Acesse, na íntegra, o Relatório de Denúncias em Serviços de Interesse para a Saúde.


Acompanhe nossas atualizações e novidades no Facebook Grandha.


Page 1 of 74123...Last