Facebook Grandha.
Instagram Grandha
YouTube Grandha
Compartilhe:

Acompanhe os artigos do Blog Grandha sobre beleza, saúde, dicas de penteados, cortes, utilização dos nossos produtos e muito mais. O Blog Grandha conta com especialistas em todas as áreas da tricologia, o estudo do cabelo. O autor e editor do Blog Grandha é o gerente de comunicações da marca, Diego Martins. O consultor técnico é o diretor técnico do Grupo Mart'bel, do qual faz parte a Grandha, para o Brasil e a Europa, Celso Martins Junior, também consultor do programa Bem Estar da Rede Globo, vice-presidente da ABT - Academia Brasileira de Tricologia e professor do curso de pós-graduação em tricologia da Universidade Anhembi Morumbi, em São Paulo, SP.

Artigos Recentes

Artigos Populares

Óleo de semente de uva Alkymia di Grandha em produção na Melk Cosméticos.

Profissionais da Grandha Falam Sobre Tendências Cosméticas ao CRQ IV

Compartilhe:

Tendências Cosméticas nos Próximos Anos

Uma das áreas mais promissoras e pujantes da química na atualidade, a indústria de cosméticos foi tema de uma live promovida na noite de quinta-feira (11/02) pelo Conselho Regional de Química da 4ª Região (CRQ IV). O encontro virtual envolveu o especialista Celso Martins Junior, Diretor Técnico da Grandha e vice-presidente da Associação Brasileira de Tricologia, e Matheus Vieira, da Melk Cosméticos. Os profissionais da química discorreram durante uma hora e meia sobre o tema “Engenharia Cosmética 4.0”.

Foco em Qualidade

Celso Martins Júnior propõe que os profissionais da química envolvidos na indústria de cosméticos se engajem em favor da qualidade final dos produtos, o único diferencial que garante sucesso a longo prazo em um mercado competitivo.

“Nesses últimos três anos viajei bastante pra cumprir compromissos pelo mundo. Cada vez que se viaja, se volta com a percepção técnica revista e reconstruída. O termo engenharia cosmética 4.0 eu vi pela primeira vez em um evento em Barcelona, em 2012. De lá pra cá venho com isso tentando aplicar o que vi”, explicou.

Celso Martins Júnior estabeleceu ainda quatro pilares fundamentais da engenharia cosmética 4.0: qualidade, velocidade, sustentabilidade e inovação. Ele discorreu sobre cada um destes pilares e, em muitos deles, o conceito é bastante diferente do senso comum.

“Sustentabilidade, por exemplo, é importante destacar que a gente não está falando apenas de questões ambientais, a gente invade as outras áreas. Inclusive hoje eu acho mais importante focar nas tomadas de decisão. Se não houver uma visão de longo prazo, o projeto está sujeito a sofrer de erros primários como ter de correr atrás de dinheiro”, afirmou Martins Júnior, enfatizando que um bom projeto na área demanda inclusive a previsão de que ele seja “economicamente sustentável” para a indústria ao longo do tempo.

Ele fez ainda observações sobre o conceito de inovação, muito elástico no mundo atual.

“Inovação hoje em dia é uma palavra um pouco desgastada. Qualquer bobagem que se faz hoje algumas pessoas acabam chamando de inovação. O campo é vasto e pode ser classificado a invenção ou a aplicação nova de alguma coisa que já existe. Não se pode perder de vista essas duas caras onde a gente precisa se apoiar no horizonte industrial”, disse Martins Júnior.

Velocidade e Inovação

Em seguida, Matheus Vieira e Martins Júnior se aprofundaram na análise dos pilares, sempre fazendo paralelos sob a ótica da indústria e trazendo dicas e direcionamentos para inspirar os profissionais da química a se integrarem à nova realidade.

“Hoje, um profissional da área de controle de qualidade em cosméticos tem que saber de tudo, entender do funcionamento das máquinas, dominar os processos internos. É coisa muito séria e o químico moderno de cosméticos tem de ter esse conceito generalista”, disse.

Martins Júnior e Vieira concordaram que é necessário ao químico de hoje em dia ter extrema curiosidade e disponibilidade para pesquisar e estudar – conhecimentos sólidos sobre matérias-primas e suas capacidades, na busca por diferentes aplicações, são diferenciais que fazem o sucesso dos profissionais no chão de fábrica.

Eles abordaram então a questão da velocidade, que se refere à capacidade dos profissionais de estarem atentos às informações que surgem em grande quantidade. Martins Júnior alertou para as possibilidades abertas pelo conceito de Saúde Integrativa – entendimento muito em voga entre os profissionais de saúde e que se debruça não somente sobre as relações de doença e cura do corpo, mas se propõe a ir além envolvendo também questões de ordem espiritual e mental.

“Peguemos o caso da psoríase (uma doença de pele), que surge cada vez mais cedo pra quem tem propensão. A curva de aparecimento está aumentando muito. Isso vai desencadear uma quantidade enorme de gente com psoríase. O entendimento dessa conexão está direta… O cara de desenvolvimento faz o que com essa informação? Ele precisa ter coragem e precisa estudar mais a psoríase, os cosméticos.. Estudar outras coisas que estão além da sua atividade principal mas que tem relação direta com ela é a chave”, destacou Martins Júnior.


*Matéria originalmente publicada no portal CRQ-IV.


Cosmetovigilância e Sac Grandha.

Cosmetovigilância: Método e Processos de Prevenção de Riscos à Saúde

Compartilhe:

Cosmetovigilância: Método e Processos de Prevenção de Riscos à Saúde

No dia 02/12/2005, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) publicou a RDC 332 que implementa o sistema de cosmetovigilância. Essa ação trouxe para o setor mudanças importantes na comunicação entre consumidores, profissionais, distribuidores e as indústrias e importadoras de cosméticos. Afinal, o que é cosmetovigilância?

O Que é Cosmetovigilância?

Cosmetovigilância é um conjunto de medidas que permite avaliar o risco de ocorrência de eventos indesejáveis atribuídos à utilização de produtos cosméticos após sua introdução no mercado.

Ou seja, quando ocorrem problemas como alergias, lesões em pele, unhas, cabelos ou mucosas, embalagens defeituosas, resultados indesejados ou até casos graves de queda capilar, problemas de visão e queimaduras. Com isso, as indústrias nacionais e importadoras são obrigadas a manter esse sistema que registra todo trâmite interno, bem como as medidas tomadas para sanar as reclamações e danos que possam ser causados ao consumidor, profissional ou distribuidor.

Excelência do SAC Grandha

Na prática, as reclamações chegam aos fabricantes e importadoras e são registradas, tratadas e, após avaliação criteriosa, o reclamante recebe o posicionamento e as decisões tomadas para amenizar qualquer dano causado. As empresas têm o dever de manter registro de todas as reclamações, bem como as ações tomadas. Na Grandha, todo processo está vinculado ao trabalho realizado pelo SAC Grandha, que é responsável por coletar criteriosamente as informações prestadas pelo reclamante.

Essas informações são registradas em formulário específico e padronizado para esse fim. Em seguida, todo o fluxograma de cada passo é seguido detalhadamente para que todos os interessados tenham informações confiáveis. Lembrando que a implantação da cosmetovigilância é mandatória em todo o Brasil.

Podemos citar como principais motivos que levaram a ANVISA a regulamentar a cosmetovigilância os seguintes: o livre acesso aos produtos cosméticos, o grande número de produtos utilizados ao mesmo tempo, o uso cada vez mais precoce desses produtos e a responsabilidade com a proteção da saúde da população.

Importante: A decisão de troca do produto, reembolso ou outra providência, respeitando o Código de Defesa do Consumidor, fica a critério da empresa. Com isso, os consumidores podem ter seus direitos assegurados, bem como seus prejuízos ressarcidos, se cabíveis. A cosmetovigilância é uma evolução e protege a todos, desde a inclusão do cosmético no mercado até seu uso, dentro do prazo de validade.


Referência:
Anvisa.


Ursula Abelan é farmacêutica e bioquímica. Blog Grandha. O crescimento capilar.

Acompanhe nossas atualizações e novidades no Facebook Grandha.

Grandha Instagram. @grandhabrasil, siga-nos no Instagram.


Grandha e Instituto Capilare.

Grandha e Instituto Capilare: Mercado Cosmético e Educação Continuada

Compartilhe:

Educação Continuada Para o Profissional da Beleza

O diretor técnico da Grandha, Celso Martins Junior, e a proprietária do Instituto Capilare (Belo Horizonte, MG), Margaret Siqueira, tiveram um longo bate-papo sobre mercado cosmético, cenário pós-pandemia, expectativas para 2021, crescimento através da educação continuada, terapias integrativas, programas educacionais e muito mais. Confira!

Parte 1

Parte 2


Acompanhe nossas atualizações e novidades no Facebook Grandha.

Grandha Instagram. @grandhabrasil, siga-nos no Instagram.


Page 1 of 55123...Last