Facebook Grandha.

Instagram Grandha

YouTube Grandha

Saiba como substituir o formol por alternativas seguras e confiáveis, como o hidróxido de guanidina, hidróxido de sódio, tioglicolato de amônio e tioglicolato de amp.

Como substituir o formol por um alisamento seguro?

Compartilhe:

Há poucos dias, recebemos uma dúvida de uma leitora do Grandha News sobre como trocar o formol por um alisamento seguro e confiável. Pois bem, vamos lá!

A pergunta foi a seguinte:

“Fiz progressiva com formol por 7 anos (a cada 6 meses) e agora experimentei o ácido glioxílico. Meu cabelo é fino e gosto da raiz lisa com as pontas onduladas. Qual produto posso usar sem medo para obter o mesmo resultado?

PS: Noto uma forte queda nos últimos meses!”

Bom, pelas informações passadas pela leitora, sabemos que ela realizou entre 10 e 15 aplicações de formol num – longo – período de 7 anos! Depois de tudo isso, alguém a orientou a trocar o formol pelo ácido glioxílico. Péssimo conselho!

Existem ótimas alternativas seguras e regulamentadas para alisamentos capilares, como explica o Diretor Técnico da Grandha e da Associação Brasileira de Cosmetologia, Prof. Celso Martins Junior:


“Para atingir os efeitos desejados pela leitora, é aconselhável substituir a aplicação atual pelo Tioglicolato de Amônio – em força média ou suave –, já que o cabelo está fortemente sensibilizado.

É extremamente importante procurar um bom e confiável profissional cabeleireiro e NÃO REAPLICAR EM HIPÓTESE ALGUMA produtos com ÁCIDO GLIOXÍLICO, CARBOCISTEÍNA, FORMOL OU GLUTARALDEÍDO.

Será necessário investir em tratamentos profissionais de alta ação reparadora e reconstrutora dos fios, assim como numa linha de manutenção adequada para cabelos alisados.


O trabalho de recuperação da fibra capilar, num caso específico como esse, leva em torno de 2 a 3 meses para atingir uma recuperação bastante significativa.

Em caso de maiores dúvidas, contate-nos através do e-mail sac@grandha.com.br.


Alternativas viáveis ao formol para alisamentos capilares. Facebook da Grandha.

Outros Artigos

25 comentários. Deixe sua Opinião.

  1. Juliana Almeida

    Li a matéria acima e pelo conhecimento técnico e pelos testes que já fiz em cabelos de algumas pessoas que utilizaram o formol e o ácido glioxílico quando utilizado os ativos alisantes conhecidos, com o tiol e os hidróxidos , há uma sensibilização significativa dos fios e muitas vezes pode ocorrer quebra na parte que faz a divisão entre o natural e o sensibilizado, é preciso salientar a consumidora acima que os alisantes convencionais como o citado só deverá ser utilizado na parte natural dos fios, pois muitos profissionais ou consumidores desconhecem a incompatibilidade dos ativos citados.

    Grata

    • Obrigado pelo comentário pertinente, Juliana.

      No que concerne ao tioglicolato de amônio da Grandha, podemos dizer que procedemos da seguinte maneira:

      – Mesmo na parte do fio onde foi aplicado o formol, aplicamos o tioglicolato de força suave, sendo que geralmente não ocorre quebra. No entanto, a única maneira de contestar essa possibilidade é realizando SEMPRE O TESTE DE MECHA. Salientamos que nenhum procedimento alisante pode ser efetuado sem antes ter obtido resultados satisfatórios no teste de mecha;

      Com os devidos tratamentos de reestruturação da fibra capilar, tais como a Carga de Queratina da Grandha, é possível aumentar a potência do alisante gradualmente;

      – Porém, como você deixa trasparecer em seu comentário, essa análise geral das condições do cabelo é muito complexa. Por esse motivo, salientamos também que esse diagnóstico precisa ser realizado por um profissional cabeleireiro de confiança.

      – Quanto à compatibilidade de ativos: o formol não é compatível com absolutamente nada e é altamente destrutivo a médio e longo prazo.

      Espero ter esclarecido a questão, Juliana. Continue visitando o Grandha News!

  2. Olá dou luzes no cabelo e uso um redutor de volume que é a base de caborcisteina a 1 ano mas percebi que meu cabelo so esta partido na parte a parte das luzes estão muito finas e optei por este pq deixa meus cabelos cacheados e ao mesmo tempo dar para fazer uma escova e fica bom também, por favor me ajude uso alguns produtos da grandha e gostaria de saber por qual quimica posso trocar ja que so quero dar uma amaciada nos fios o formol deixou meus cabelos muito fino e o carbocisteina também, me ajude!

    Arly- Feira de Santana-Ba

    • Olá Arly, o que acontece no seu cabelo é que o uso contínuo de formol desgastou excessivamente a cutícula (parte externa) e também o córtex (parte interna) dos fios. O seu cabelo parece mais fino porque realmente está mais fino. Ele perdeu massa. A carbocisteína é uma base de pH muito baixo (base ácida), o que certamente não contribui para a realização de outros procedimentos tais como as luzes, uma vez que o pH muito baixo acaba dilatando demais os fios, deixando-os vulneráveis.

      Não podemos afirmar aqui, sem uma análise detalhada e pessoal do seu cabelo, qual seria a melhor forma de recuperá-lo e, posteriormente, proporcionar o resultado que você procura (um alisamento brando, suave).

      A Nanocristalização Grandha é a melhor opção para realizar essa transição do formol – ativo ilegal para um ativo regulamentado, mas reafirmo que é necessária uma análise cuidadosa do estado dos seus cabelos.

      Ainda nessa semana, gravaremos um vídeo com o Prof. Celso Martins Junior a respeito de como substituir ativos ilegais, como o formol, por ativos legais e seguros como os hidróxidos e o tioglicolato.

      • Marcia wandel

        Por favor preciso ver esse video e possivel?

  3. Denise T.Garcia

    ESSE PESSOAL DA GRANDHA, SABE MESMO TUDO DE CABELOS. PODEM CONFIAR, CUMPREM O QUE PROMETEM.

  4. Juliana Almeida

    Diego, li sua resposta sobre a dúvida da consumidora acima e gostaria de ser avisada qd o vídeo com o prof. Celso ficar disponível.

    Gostaria de tirar ou dúvida se possível: como age a Nanocristalização nos fios e qual o ativo reconstrutor existente?? Como ela irá protejer o cabelo da existência da degradação da fibra capilar causada pelo Formol??

    agradeço desde já

    Att

    Juliana Almeida

    • Olá Juliana, subscreva-se no blog e/ou curta nossa página no facebook. Dessa forma você receberá as atualizações automaticamente, ok?

      Entendi sua dúvida, vou colocar na pauta do vídeo também!

  5. Juliana Almeida

    Obrigado Diego. Fico no agaurdo do vídeo.

  6. Sun

    Eu usava o acido glioxílico no meu salão agora que fiquei sabendo que ele é prejudicial a saúde não usarei mais, estou procurando algum tratamento para substitui-lo e achei o alisamento fotônico você sabe me dizer se esse é bom?

    • Diego M. Martins

      Olá Sun, atente-se ao fato de que várias “escovas” e “alisamentos” chegam ao mercado todos os dias com os mais diversos nomes. Assegure-se de que esse nome não é mais uma máscara para o formol ou ácido glioxílico. Existem marcas sérias e confiáveis no mercado, que oferecem bons produtos e bom suporte. Entre em nossa página de produtos aqui no site e confira a seção de alisamentos na página produtos.

  7. Sun

    Muito obrigada pela resposta amei esse site!

  8. Maiana

    Olá!
    A um 1 praticamente que uso a progressiva da Uberliss a base da carbocisteína.A um mês aproximadamente fiz uma progressiva a base de formaldeído .tive algumas reações alérgicas e por isso quero trocar urgentemente.Preciso fazer essa transição .O que devo utilizar??
    Tenho receio que aconteça queda, por usar algum produto incompatível ,minha cabeleireira diz que é compativel com todasas quimicas o formaldeído..
    e aí??e verdade??

    • Diego M. Martins

      Olá, Maiana. Se você está realmente interessada em saber a verdade sobre o formol e sobre as alternativas mais viáveis de evitá-lo e continuar tendo cabelos lisos, leia e assista o documentário produzido pela Grandha, Formol e os Carteis dos Alisamentos.

      Para saber sobre as maneiras seguras de alisar os cabelos, visite nossa página de Produtos, e procure a seção Alisamentos.

      Hidróxio de Sódio, Hidróxido de Guanidina, Tioglicolato de Amônio e Tioglicolato de AMP são as formas mais seguras de realizar um alisamento sem efeitos colaterais. Você não precisa, necessariamente, usar os produtos Grandha. Mas é essencial que se atenha a esses ativos, ainda que em outras marcas.

      Nós somos nacional e internacionalmente reconhecidos como uma marca com muito expertise em alisamentos capilares. Te aconselho a pesquisar bem sobre quaisquer produtos antes de usá-los.

  9. Ei, uso produto a base de CARBOCISTEÍNA (e cosméticos).
    A carbocisteína causa os mesmos danos do formol?
    Quando me ofereceram, disseram que era um produto que alisa, trata e hidrata.
    Porém apos 3 anos de uso, sinto o meu cabelo mais fino e bem pouco,
    As vezes, causa feridas na cabeça, muita oleosidade(era seco, muito),
    Toda vez que passo altera a cor do meu cabelo(amarelado),
    Queria saber a opinião de voces doutores, se continuas a usar o pior vai acontecer?
    E tao bom lavar o cabelo, e não ter que fazer escova toda vez que lavar ( muito sofrimento, só quem precisa sabe e sente).
    Porem, prefiro ter cabelo e ser escrava da escova, do que não ter cabelo, ou ficar careca.(pelo amor de DEUS).
    PELA EXPERIÊNCIA E ESTUDOS DE VOCÊS ME DEEM UMA SOLUÇÃO.
    O que devo fazer:

    sinto que meu cabelo diminuiu bastante, e tomo pantogar pra tentar reverter a situação.

    • Diego M. Martins

      Olá, Marcela.

      A carbocisteína tem relações estreitas com o ácido glioxílico, mas isso é assunto para um tópico mais largo. O que posso dizer é que esses sintomas que você descreveu, vem à tona em decorrência da impermeabilização dos fios e do acidificação da estrutura capilar, já que esses ativos atuam numa faixa de pH normalmente muito baixa.

      Sobre sua pergunta, se continuar usando este ativo: você vai simplesmente prolongar – provavelmente piorando-a – a situação que já se apresenta atualmente.

      Peço que você faça uma avaliação capilar na página inicial do site. Cada caso é um caso e o diagnóstico precisa ser preciso.

  10. PELO QUE LI, NOS COMENTÁRIOS DE VOCÊS, O MAIS INDICADO NA MINHA SITUAÇÃO É USAR O TIOGLICOLATO (opção, para quem quer para de usar formol, e seus derivados). ESTOU CERTA?

    • Diego M. Martins

      Marcela, essa análise está incorreta.

      É importante que haja uma análise do tipo do cabelo, da frequência do uso, do ativo aplicado, do histórico do cabelo, das condições gerais de saúde do mesmo, do resultado que se pretende obter.

      Sugiro que você realize uma Avaliação Capilar aqui na página inicial do site.

  11. Boa noite !

    Eu sou Alex morales de noronha , e li todos os comentários e respostas sobre o melhor tipo de alisamento seguro .
    Sou estudante de Química e estou montando uma pequena linha de cosméticos , e gostaria de ver o video com o prof° celso martins .
    vou fazer algumas experiências com os hidróxidos .

    Parabéns seu blog é excelente .

    • Diego M. Martins

      Olá, Alex! Fique à vontade para dar uma olhada em todos os nossos vídeos no YouTube. Se tiver alguma dúvida pontual, não deixe de nos contatar. Muito obrigado pelo elogio e boa sorte na sua caminhada!

  12. lucilene f. santos

    RICO EM INFORMAÇÕES ADOREI TODO O CONTEXTO DESSA MATÉRIA , OBRIGADO PELAS INFORMA
    ÇÕES VALIOSAS..

    • Diego M. Martins

      Olá, Lucilene! Que legal que gostou. Espero que continue nos acompanhando aqui e no Facebook da Grandha. Até logo!

  13. Stela

    Bom dia ! Meu cabelo é crespo e ah um ano e 2 meses faço selagem ,inicialmente comecei com a selagem ácida porém meu cabelo não ficava mais que 45 dias com a raiz lisa , uma profissional me indicou usar a de formol. Na primeira aplicação meu cabelo despencou ,quebrou e caiu muito , depois de quase 3 meses fiz novamente porém com um produto com menos formol na fórmula ! Meu cabelo está caindo menos porém estou arrependida e não quero mais usar formol,posso fazer o retoque da raiz com guanidina ?

    • Diego Martins

      Olá, Stela! O ideal realmente seria trabalhar com a guanidina em seu cabelo, que você diz ter estrutura crespa. Porém, parece que ele está muito sensível devido ao uso de outros produtos, então uma boa análise deve ser feita por sua cabeleireira, para verificar se o cabelo suporta o uso deste ativo. Talvez ela tenha que fazer um cronograma de tratamento e fortalecer um pouco mais essa fibra. Somente um teste de mecha e uma boa análise podem te dar essa certeza.

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × 2 =

Ganhe 10% de Desconto na Sua Primeira Compra!Assine nossa newsletter e use seu cupom na Loja Mart'bel agora mesmo.