Facebook Grandha.
Instagram Grandha
YouTube Grandha
Crioterapia: tratamento para alopecia induzida por quimioterapia.

Crioterapia: Tratamento Para Alopecia Induzida por Quimioterapia

Compartilhe:

Crioterapia e Alopecia

Crioterapia é um conjunto de técnicas e procedimentos em baixa temperatura, com fins terapêuticos. A alopecia, de uma forma geral, significa a perda de cabelo. Tanto homens quanto mulheres são acometidos pela condição.

As quedas podem ser desencadeadas por diversos fatores: estresse, dietas muito rígidas, genética, alterações hormonais, uso excessivo de químicas, medicações, entre outros. A alopecia também é induzida pela quimioterapia, começando logo após o início do tratamento.

Para as mulheres, o fato de perder seus cabelos mexe muito com sua autoestima, diminuindo sua feminilidade e podendo causar quadros de depressão profunda.

Quimioterapia x Cabelo

A primeira pergunta que uma mulher faz para o seu médico, quando é diagnosticada com câncer e irá realizar a quimioterapia é: e o meu cabelo? Quando vai começar a cair?

O fato de ser diagnosticada com uma doença que já subentende que o tratamento será agressivo e ainda irá fazer os cabelos caírem, faz com que a autoestima da cliente ou paciente fique ainda mais fragilizada.

A ajuda da família, apoio do seu médico e a equipe multidisciplinar irá fazer toda a diferença no decorrer do tratamento desta paciente.

Como Age Uma Quimioterapia

A quimioterapia, um dos alicerces no tratamento do câncer, consiste na utilização de medicamentos que atuam principalmente nas células malignas, com o objetivo de destruir ou inibir seu desenvolvimento.

Pode causar alguns efeitos colaterais no organismo, sendo tóxica para os folículos pilosos, induzindo a alopecia.

Crioterapia: Touca Resfriada ou Touca Gelada

Sabemos que as células do cabelo são células que se multiplicam constantemente, necessitando de aporte sanguíneo correto para seu desenvolvimento.

Nosso couro cabeludo é rico em vascularização. A touca gelada promove a vasoconstrição, diminuindo a exposição dos folículos à medicação da quimioterapia. Assim, menos medicamentos tóxicos são absorvidos pelas células capilares.

Ilustração da diferença entre alopecia permanente e alopecia reversível.

Ilustração da diferença entre alopecia permanente e alopecia reversível.

A crioterapia não mata o bulge, ela ataca o bulbo capilar, eliminando assim só o fio de cabelo e tornando possível a repilação capilar. O uso desta terapia depende do tipo de quimioterapia e de sua dose, duração da infusão, entre outros. Portanto, não é indicado para qualquer paciente.

Utilização da Crioterapia

O resfriamento do couro cabeludo deve ser iniciado dentro de 30 minutos a 1 hora antes do início da infusão da quimioterapia, ajustando a touca na cabeça do paciente e com controle contínuo da temperatura por uma unidade automatizada.

A maioria dos pacientes suporta o resfriamento, que pode chegar a 0°C. Os eventuais efeitos adversos incluem dor de cabeça, prurido no couro cabeludo ou tontura.

Cuidados capilares

Crioterapia tratamento passo a passo.

Contraindicações da Crioterapia

A crioterapia:

  • Não pode ser utilizada em pacientes pedriátricos;
  • É contraindicada em pacientes com câncer de células pequenas, como câncer de pulmão, pele, melanomas ou carcinomas;
  • Não pode ser utilizada em pacientes com infusão contínua de um ou mais dias;
  • É contraindicada para pacientes com leucemia e algumas formas de linfoma. Neste caso, não indica-se nem o uso da touca;
  • É contraindicada em casos como os supramencionados, por apresentar alto risco de metástase no couro cabeludo.

Esperança

A crioterapia em couro cabeludo é eficaz e uma excelente opção para prevenir a alopecia induzida por quimioterapia, desde que haja esclarecimento sobre os riscos e benefícios do procedimento. Melhora a autoestima das pacientes, colaborando para o processo de recuperação.

Paciente com câncer em tratamento com crioterapia.

Paciente com câncer em tratamento com crioterapia.

Não duvide da sua força. Não deixe que uma doença possa parecer maior que todaa história que você já escreveu. O câncer é apenas um capítulo triste da sua vida, mas tenha certeza que o próximo será de muita superação e vitória.


Carla Morante, autora do Blog Grandha.

Acompanhe nossas atualizações e novidades no Facebook Grandha.

Grandha Instagram. @grandhabrasil, siga-nos no Instagram.


Laser de baixa potência no tratamento de alopecia e calvície, no couro cabeludo.

Terapia Capilar a Laser Recupera Cabelos e Combate Calvície e Alopecia

Compartilhe:

Laser de Baixa Potência na Terapia Capilar

A presença do laser de baixa potência no cenário da terapia capilar está cada vez mais ascendente e tem se solidificado em nosso país, onde já somos referência, seja pelo desenvolvimento de novos produtos cosmecêuticos, seja pelo foco educacional que a Grandha e a ABT têm trabalhado no Brasil.

Junto a este cenário surge também diversas opções para os tratamentos de recuperação dos cabelos. Muitas das opções provêm da estética, como é o caso do laser de baixa potência. Este tipo de equipamento já é amplamente utilizado em outras áreas como odontologia, fisioterapia e enfermagem. Agora, seu uso se consolida também na tricologia.

O Aparelho de Laser de Baixa Potência

Na terapia capilar, o laser tem se mostrado uma excelente opção na recuperação dos cabelos, principalmente por aumentar a energia celular e possibilitar maior síntese de mitose. Todavia, seu uso correto e associado ao cosmético ideal é fundamental para a obtenção de bons resultados. Ainda vemos profissionais com muitas dúvidas e utilizando este aparelho sem o devido treinamento, o que pode comprometer não somente os resultados, mas também a saúde dos clientes.

O laser gera energia – medida em Joules. Alguns artigos recomendam o uso de 2 a 4 Joules para recuperação capilar e alguns estudos recentes apontam os benefícios de doses maiores. É importante se atentar à potência do aparelho de laser, pois nem todos atingem o mesmo valor máximo em Joules. Os aparelhos certificados pela Anvisa possuem 100 mW de potência e atingem 1 Joule a cada 10 segundos. Já aparelhos de pouca eficiência podem demorar muito para alcançar os Joules, comprometendo o resultado.

O Cosmético Precisa Ser Escolhido Com Cuidado

Outro item importante para este tipo de tratamento é a escolha de um bom cosmético. Um produto ideal para ser utilizado com o laser de baixa potência é o Urbano Spa Black, pois seus ativos complementam a ação do tratamento. Em primeiro lugar, é necessária a utilização do Black Pearl Shampoo por duas vezes, para higienizar o couro. Depois, aplica-se o Coacervado Ultra Resist nos fios, massageando-os.

Urbano Spa Black associado ao processo de Microagulhamento. Grandha.

O kit Urbano Spa Black possui fatores de crescimento.

Após o enxágue completo, é preciso secar o couro cabeludo – nunca use laser em couro cabeludo molhado. Neste momento, sim, realiza-se a aplicação apenas nos locais a serem tratados. Após o uso, segue-se ao Magma Power, rico em fatores de crescimento. Lembramos que este produto terá melhor desempenho se aplicado após, e não antes do laser.

Recomendação importante

Sempre use óculos de proteção, não utilize sobre gestantes, não aplique sobre óleos essenciais. Todos estes pontos e a correta certificação para uso do laser você pode estudar no curso FBTC da Academia Brasileira de Tricologia.


Referência:
[1] LOW‐LEVEL LASER (LIGHT) THERAPY (LLLT) FOR TREATMENT OF HAIR LOSS (HAMBLIN, 2013).
[2] MECHANISMS OF LASER-INDUCED HAIR REGROWTH ( HAMBLIN, 2006).


Leandro Ferreira é membro da Equipe Técnica Grandha, graduado em terapia capilar, pós-graduado em tricologia, pós-graduando em biofotônica e coordenador do salão Mix Mania Cabeleireiros em Campinas, SP.

Acompanhe nossas atualizações e novidades no Facebook Grandha.

Grandha Instagram. @grandhabrasil, siga-nos no Instagram.


Page 2 of 212

Loja Virtual

Mídias Sociais

Facebook Grandha.

Instagram Grandha

YouTube Grandha