Facebook Grandha.
Instagram Grandha
YouTube Grandha
Argiloterapia Grandha: para que serve e como aplicar

Argiloterapia: Atenção à Qualidade das Argilas Aplicadas na Pele e Cabelo

Compartilhe:

Argiloterapia: Atenção à Qualidade das Argilas Aplicadas na Pele e Cabelo

Ursula Abelan, farmacêutica e bioquímica; autora do Blog Grandha.O uso das argilas em tratamentos estéticos é chamado de argiloterapia ou geoterapia e consiste no uso de recursos minerais, empregados com a finalidade de promover efeitos terapêuticos estéticos em diversas partes do corpo. As argilas são cosméticos naturais terrosos e sólidos que, no Brasil, são destinadas para uso externo (tópico).

A argiloterapia consiste em preparar, no momento do uso, as argilas com soluções aquosas que podem variar desde o uso da água potável (filtrada ou fervida) até formulações cosméticas mais elaboradas que contenham aminoácidos, vitaminas, hidratantes ou outros ativos ausentes nas argilas. Ou seja, esses ativos agem como efeito aditivo ao protocolo. Outra forma de utilização é a adição em formulações cosméticas como xampus, sabonetes, máscaras, esfoliantes, entre outros.


Argiloterapia Grandha: para que serve e como aplicar

Variedade de Argilas na Argiloterapia

Como a composição química das argilas utilizadas nos procedimentos de argiloterapia variam bastante, suas cores e propriedades cosméticas seguem essas variações e estão relacionadas aos efeitos promovidos na pele. Cada composição química (silicato de alumínio, ferro, manganês, magnésio, zinco, potássio, sódio, quartzo, pirita, calcita, entre outros) potencializa determinados efeitos, conforme sua concentração, já que em concentrações ínfimas são denominados oligoelementos. Ambos promovem efeitos cosméticos como catalise das reações de síntese de enzimas, hormônios e vitaminas.


Argilas verde, negra e branca: os mistérios de Alkymia di Grandha

Extração e Purificação das Argilas

A extração das argilas da Grandha ocorre diretamente do solo. Assim, seguem para a etapa de separação das impurezas, são higienizadas, micronizadas e tamisadas (sistema de “peneiras” para a uniformização e calibragem dos tamanhos dos grânulos). Após estarem na indústria, sofrem o sistema de desinfecção por radiação, o que elimina a presença de microrganismos.

Este processo de desinfecção por radiação é bastante incomum no Brasil, porque implica em alto custo na produção. A Grandha, porém, escolheu apostar na absoluta pureza de suas argilas como um diferencial técnico, de maneira a garantir resultados acima de média.

Argiloterapia Grandha: para que serve e como aplicar

Esses processos de uniformização dos tamanhos dos grânulos e a desinfecção nos fornecem um cosmético seguro e com alto poder de liberação dos ativos. Este detalhes é determinante no conforto no momento da aplicação sobre a pele e couro cabeludo, além de facilitar o preparo e o aumentar o rendimento. As argilas prontas para o uso nos protocolos estéticos passam por especificação química, física e toxicológica, pureza, teor de água e contaminação microbiológica.

Na estética capilar, corporal e facial, as argilas são utilizadas para: amenizar inflamações, clareamento da pele, embelezamento, absorção de sebo, antissepsia, hidratação, aumento da vascularização e eliminação de toxinas, ações atribuídas aos minerais.


Referências:
[1] LIMAS, J. R.; R. DUARTE; MOSER, D.K. A argiloterapia: uma nova alternativa para tratamentos contra seborreia, dermatite seborreica e caspa. 2018.
[2] FARIA, B. S.; JALIL, S. M. A. O uso de argiloterapia e óleos essenciais no tratamento da caspa e seborreia. Rev. Conexão Eletrônica – Três Lagoas, MS – Volume 16 – Número 1 – Ano 2019
[3] MORAES, et al., Clay minerals: properties and applications to dermocosmetic products and perspectives of natural raw materials for therapeutic purposes: a review. International Journal of Pharmaceutics. 2017


Ursula Abelan é farmacêutica e bioquímica. Blog Grandha. O crescimento capilar.

Acompanhe nossas atualizações e novidades no Facebook Grandha.

Grandha Instagram. @grandhabrasil, siga-nos no Instagram.


Argila verde para acne, ideal para pele oleosa com espinhas.

Argila Verde Para Acne, Espinhas e Pele Oleosa: Como Tratar Corretamente

Compartilhe:

Argila Verde Para Acne

Dentre as três principais argilas – além da verde, temos a branca e a negra, nenhuma é tão eficiente quanto a argila verde para acne, espinhas e pele oleosa. A acne é um condição da pele que acontece quando as glândulas sebáceas se inflamam ou, no caso de acúmulo de sebo e queratina, pode ocorrer a acne não-inflamatória.

Essas condições podem alterar a flora bacteriana da pele, principalmente pela bactéria Propionibacterium acnes, sendo mais comum durante a puberdade, mas também podem aparecer em períodos de alteração hormonal.

Mulher aplicando argila verde no rosto.

Argila verde é ideal para tratamento da pele acneica.

Tratamento Para Acne

O tratamento da acne deve ser direcionado de acordo com uma avaliação prévia que determine o grau do problema. Pode-se utilizar inúmeros recursos terapêuticos, dentre eles a argila verde. Cada argila possui a sua particularidade em relação à granulometria e à composição de minerais e cores distintas. São essas características que determinam a sua aplicabilidade.

Indica-se a argila verde para acne, pois esta possui grande diversidade de elementos como óxido de ferro, associado a magnésio, cálcio, potássio, manganês, fósforo, zinco, alumínio, silício, cobre, selênio, cobalto e molibdênio. Apresenta pH neutro, grande função absorvente, combate edemas, tem potencial secativo, emoliente, é antisséptica, bactericida, analgésica e cicatrizante (AMORIN; PIAZZA, 2009). A argila verde provoca um efeito adstringente – controlador da oleosidade –, é um esfoliante suave, tem uma ação emoliente e é indicada para tratamentos de pele acneica. (PERETTO, 1999; MEDEIROS, 20O7; CLAUDINO, 2010; VILA Y CAMPANYA, 2000).

Argila Verde. Conheça os mistérios da linha Alkymia di Grandha, para terapia da pele e do couro cabeludo com argilas terapêuticas.

A argila verde provoca um efeito adstringente, é um esfoliante suave, tem uma ação emoliente e é indicada para tratamentos de pele acneica.

Durante a aplicação da argila na pele, ocorre uma troca iônica entre a argila e o tecido. Isso faz com que toda a área da aplicação seja beneficiada pelos componentes da argila, capaz de adsorver as toxinas presentes na pele, minimizar inflamação, facilitar a reidratação da pele e auxiliar a fixação do oxigênio no tecido. Para que as trocas entre a argila e o tecido aconteçam, é necessário um meio aquoso. Por isso, indicamos que a mistura seja feita com a Amino Acqua Infusion Therapy, uma “água” riquíssima em aminoácidos e PCa sódico, ingredientes que auxiliam na nutrição e hidratação da pele. O resultado é uma pele integra, equilibrada e saudável!

A seguir deixamos uma sugestão de protocolo para tratamento com argila verde para acne, espinhas e pele oleosas.

Protocolo de Argila Verde Para Acne

Protocolo

  1. Fazer higienização com Cleaner Gel Pre-Shampoo;
  2. Aplicar a máscara de argila feita com Argila Verde + Amino Acqua e deixar agir 20 minutos. Nos 5 minutos finais, pode-se usar simultaneamente vapor e ozônio – manter a máscara úmida;
  3. Retirar toda a argila com gaze umedecida;
  4. Aplicar o Acqua Soft;
  5. Aplicar Protetor Solar.

O protocolo pode ser repetido semanalmente, se necessário.


Referências:
1. AMORIM, L.V., VIANA, J.D., FARIAS, K.V., BARBOSA, M.I.R., FERREIRA, H.C., Revista Matéria, v. 11, n. 1, pp. 30 – 40, 2006.
2. AMORIN, M. I; PIAZZA, F. C. P. O uso das argilas na estética facial e corporal. 2009.
3. CLAUDINO, H. Argila medicinal: propriedades benefícios e uso na saúde e estética. Bom Retiro: Ed. Elevação, 2010.
4. HENKE, S. Estrutura Cristalina. Nota de aula. UFPR. Curitiba, 2012.
5. PERETTO, I. C. Argila: um santo remédio e outros remédios compatíveis. São Paulo: Paulinas, 1999.
6. MEDEIROS, G. M. S. Geoterapia: teorias e mecanismos de ação: um manual teórico–prático. Tubarão: Unisul, 2007.
7. SANTOS, A. M. et al. Emprego de argilas caulínicas no tratamento de úlcera vasculogenicas em idosos. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENFERMAGEM, 61, Transformação Social e sustentabilidade ambiental. Ceará, 2009. SANTOS, P. de S. Ciência e Tecnologia de Argilas. 2. ed., São Paulo: Edgar Blücher, 1989. SANTOS, P. de S. Tecnologias de Argilas Aplicadas às Argilas Brasileiras. São Paulo: Edgar Blucher, 1975. v.1.
8. VILA Y CAMPANYA, M. Manual de geoterapia aplicada. Organización Panamericana de la Salud. Organización Mundial de la Salud. Programa Nacional de Medicina Complementária. Peru. Textos completos, 2000.


Raissa Hein é Educadora Técnica Grandha, graduada e pós-graduada em tricologia e terapia capilar pela Universidade Anhembi Morumbi; cabeleireira, maquiadora e docente na Academia Brasileira de Tricologia e na pós-graduação da Universidade Anhembi Morumbi.

Acompanhe nossas atualizações e novidades no Facebook Grandha.

Grandha Instagram. @grandhabrasil, siga-nos no Instagram.


Mídias Sociais

Facebook Grandha.

Instagram Grandha

YouTube Grandha