Facebook Grandha.
Instagram Grandha
YouTube Grandha
Óleos essenciais para crianças contra cólicas, insônia e hiperatividade.

Óleos Essenciais Para Crianças: Contra Cólica, Insônia e Hiperatividade

Compartilhe:

Óleos Essenciais Para Crianças: Cólica, Insônia e Mais

Óleos essenciais podem ser usados para melhorar casos de cólica, insônia, hiperatividade, assadura e outros problemas recorrentes com crianças pequenas. Quando nascemos, estamos prontos para receber informações que darão continuidade à formação de nossa personalidade e caráter. Ao fazer uso dos óleos essenciais no recém-nascido, ao invés de aromas sintéticos dos quais a indústria cosmética infantil está repleta, poderemos notar grande diferença no comportamento da criança.

As crianças são muito sensíveis em todos os aspectos e devemos nos atentar a isso quando as expusermos aos óleos essenciais. Os bebês possuem a pele, olfato e também muito sensíveis. Aliás, bebês reconhecem o mundo em volta deles pelo aroma, sendo o da mãe o primeiro e mais importante dos cheirinhos. A pele das crianças é mais sensível e a absorção dos óleos essenciais tem um efeito mais rápido e forte que num adulto. Por isso, seu uso exagerado pode causar problemas internos para a criança, não apenas em sua pele.

Problemas Comuns na Infância

Muitas crianças são hiperativas, não se acalmam, dormem mal e, com o atual momento, estão agitadas e estressadas. Além disso, é comum que o bebê sofra com cólica e assadura. O uso da aromaterapia pode trazer inúmeros benefícios para os pequenos, mas devemos ter cautela e tomar alguns cuidados. Seja para adultos ou crianças, os óleos essenciais não devem ser aplicados diretamente sobre a pele, pois são altamente concentrados. Óleos essenciais precisam ser diluídos em veículos carreadores como óleos vegetais.

Os óleos vegetais também tem benefícios específicos. Os mais indicados para as crianças e bebês são o óleo de amêndoas doces, óleo de calêndula, óleo de semente de uva,óleo de rosa mosqueta,óleo de jojoba, entre outros. Outra dica é manter sempre os óleos essenciais longe do alcance das crianças. Outro ponto importante é não deixar o difusor ligado durante a noite toda no quarto. O indicado é fazer a aromatização do ambiente e desligar o difusor da tomada.

Estudos Científicos Demonstram Eficácia Contra Cólica

Encontramos na literatura a aplicação e segurança de vários óleos essenciais em crianças e bebês. Segundo Alexandrovich et. al.(2003), em seu estudo com 125 crianças, o uso do óleo essencial de lavanda, enquanto os do grupo controle não foram submetidos a nenhuma intervenção.

Óleos essenciais para crianças contra cólica, insônia e hiperatividade. Óleo essencial de lavanda é muito eficiente.

O óleo essencial da Lavanda Francesa pode ser utilizado para diversas finalidades em bebês e crianças pequenas.

Os bebês nos grupos controle e tratamento foram monitorados uma vez por semana pelos pesquisadores. No total, foram cinco ocasiões. O efeito da massagem foi medido em termos de mudanças no período em que os bebês choravam por semana. O uso da massagem de aromaterapia com óleo de lavanda mostrou-se eficaz na redução dos sintomas de cólica.(CENTINKAYA, 2012)

O efeito da aromaterapia na ansiedade foi avaliado em alguns estudos. Lehrner et al.(2005) estudaram o efeito do odor de laranja e lavanda e demonstraram que os odores são capazes de reduzir a ansiedade. Alguns óleos essenciais conseguem acalmar e induzir um sono tranquilo nas crianças e nos bebês. São eles: lavanda, laranja doce, capim-limão e gerânio.

Segundo o livro Aromatherapy for Babies and Children (Shirley e Penny Price), existem alguns óleos que são considerados seguros para crianças e bebês. São os casos da lavanda, cipreste, gerânio, melaleuca, laranja doce, sândalo amyris, ylang ylang, entre outros. Baseando-me nesta pesquisa na literatura especializada, segue abaixo algumas sugestões de blends que podem ser utilizados em crianças e bebês.

Sugestões de Protocolos com Óleos Essenciais

Insônia

Acrescente 5 a 6 gotas de lavanda francesa na banheira do bebê. Misture bem. Outra dica é pingar 5 gotas de laranja, lavanda ou capim limão no aromatizador elétrico e cobrir com água, deixando por 30 minutos. Você pode ainda pingar 2 gotas do óleo essencial de lavanda francesa no travesseiro do seu filho.

Óleos essenciais para crianças contra cólica, insônia e hiperatividade. Criança dormindo.

Com atenção ao modo e às dosagens das aplicações, os óleos essenciais e vegetais podem melhorar o sono dos bebês.

Ansiedade e Agitação

Adicione 1 gota de óleo essencial de lavanda francesa, 1 gota de óleo essencial de capim limão a 8 ml de óleo de amêndoa e 2 ml óleo de jojoba e massageie gentilmente os pés do seu filho ou filha. Ou ainda, adicione os óleos essenciais num difusor com um pouco de água para aromatizar o ambiente durante 30 minutos.

Hiperatividade

Acrescente 3 gotas de lavanda a 2 gotas de cedro virgínia num difusor com água e deixe aromatizar por ao menos 10 minutos, antes da criança entrar no ambiente.

Cólica de Bebê

Além de fazer os procedimentos de costume, como deitar o bebê de bruços, fazer exercício com as pernas para contrair a barriga, ou compressa de água morna, misture 2 colheres de sopa – 10 ml – de óleo vegetal de amêndoa a 1 gota de óleo essencial de laranja doce, 1 gota de óleo essencial de anis estrelado e 1 gota de óleo essencial de funcho doce. Aplique na região do abdômen e nas costas, massageando suavemente.

Assaduras

Acrescente 1 gota de óleo essencial de palmarosa a 1 gota de lavanda francesa e dilua a mistura em 5 ml de óleo vegetal de calêndula, 3 ml de óleo vegetal de rosa mosqueta e 2 ml de óleo vegetal de jojoba. Aplique no local, massageando suavemente.

Em bebês, a massagem é a forma mais utilizada em aromaterapia, porque envolve o toque e a comunicação entre a mãe e o bebê. As dicas que compartilhei aqui podem ser usadas com segurança. Porém, em caso de dúvida, procure sempre um especialista. A aromaterapia é um cuidado preventivo, complementar e útil para o dia a dia, mas não substitui qualquer recomendação médica.


Referências:
1. Alexandrovich, Irina; Rakovitskaya, Olga; Kolmo, Elena; Sidorova, Tatyana; Shushunov, Sergei.Alternative Therapies in Health and Medicine; Aliso Viejo Vol. 9, Ed. 4, (Jul/Aug 2003): 58-61.
2. Çetinkaya, B. and Başbakkal, Z. (2012), The effectiveness of aromatherapy massage using lavender oil as a treatment for infantile colic. International Journal of Nursing Practice, 18: 164-169. doi:10.1111/j.1440-172X.2012.02015.x
3. Lehrner J, Marwinski G, Lehr S, Johren P, Deecke L. Ambient odors of orange and lavender reduce anxiety and improve mood in a dental office. Physiol Behav. 2005;86:92–5.
4. Price, Shirley – AROMATHERAPY FOR BABIES AND CHILDREN


Erica Cacoci é autora do Blog Grandha.

Acompanhe nossas atualizações e novidades no Facebook Grandha.

Grandha Instagram. @grandhabrasil, siga-nos no Instagram.


Estresse e ansiedade: protocolos de aromaterapia com óleos essenciais para tratamento.

Estresse e Ansiedade: Protocolos de Aromaterapia com Óleos Essenciais

Compartilhe:

Ansiedade e Estresse Precisam Ser Tratados

No atual momento que estamos vivendo, muito se fala em estresse e ansiedade, assim como seus efeitos no organismo. Muitas pessoas estão vivenciando situações de estresse intenso e aumento da ansiedade. O estresse é uma reação comum do organismo frente a determinados estímulos externos ou internos – situações reais ou imaginárias de ameaça.

As respostas podem variar desde uma reação de emergência, como fantasia e formação reativa, até somatização, retração parcial, ruptura transitória do ego, psicose e suicídio. Um dos principais presságios do estresse é a ansiedade, uma apreensão deflagrada por algo que o indivíduo considera uma ameaça (BALDASSIN, 2006).

Mulher com estresse e ansiedade: protocolos de aromaterapia com óleos essenciais para tratamento.

Um dos principais presságios do estresse é a ansiedade.

As terapias complementares, como a aromaterapia – aplicação terapêutica dos óleos essenciais –, podem ajudar no alívio do estresse e redução da ansiedade. No que se refere a estresse e ansiedade, estudos mostraram a utilidade da aromaterapia, obtendo redução dos níveis de ansiedade e estresse após terapias com óleos essenciais em diversos grupos sociais (PERRY, 2006).

Segundo estudo realizado por Lyra et al. (2010); houve melhora significativa nos níveis de estresse e ansiedade no grupo tratado com aromaterapia; possivelmente, pelos efeitos descritos na literatura:

  • Os efeitos tônicos (revigorantes) e calmantes sistêmicos dos óleos essenciais após absorção pelo epitélio pulmonar e no sistema nervoso central (YAMADA, 2005);

  • Efeitos emocionais dos óleos essenciais no sistema límbico via bulbo olfatório (TISSERAND, 2009).

Como Aplicar Aromaterapia em Casos de Ansiedade

Com o uso dos óleos essenciais podemos estabelecer o equilíbrio da mente e dos sistemas do corpo, ocasionando bem-estar e, consequentemente, promovendo uma melhor qualidade de vida para as pessoas afetadas pelo estresse (TROVO; SILVA; LEÃO, 2003). Uma sugestão é utilizar os óleos no dia a dia num colar aromático, ou ainda pingar em algodão, para uso debaixo do travesseiro – apenas 2 gotas diariamente.

Podemos também pingar os óleos no difusor elétrico ou difusor com vela; 5 gotas do óleo essencial, diluídos num pouco d’água, durante 20 minutos no ambiente. Ou ainda em banhos: 15 gotas após encher a banheira, dissolvidas numa colher de sopa de óleo vegetal.

Abaixo, listarei algumas opções de óleos essenciais para te ajudar a manter os níveis de estresse controlados, com redução da ansiedade.

Difusor elétrico é ferramenta importante para a aromaterapia.

Óleos essenciais podem ser diluídos em água e vaporizadas no difusor elétrico.

Características de Alguns Óleos Essenciais

  • Lavanda Francesa: é calmante, relaxante e pode ser utilizado em qualquer estado de ansiedade, ajudando no equilíbrio da mente e do corpo;
  • Ylang Ylang: ajuda a aliviar tensões nervosas, ansiedade e problemas relacionados ao estresse. Traz conforto e harmoniza;
  • Laranja Doce: É um ótimo calmante. Auxilia a absorção de Vitamina C e combate a insônia decorrentes de ansiedade.
  • Gerânio: Com sua função reguladora sobre o sistema hormonal, é útil para quem sofre de tensão pré-menstrual e menopausa. Combate a ansiedade e a depressão.
  • Sândalo Amyris: O sândalo é uma árvore cuja casca é rica em propriedades medicinais, produz efeito calmante e refrescante na mente e no corpo.
  • Funcho doce: tem efeito calmante sobre o sistema nervoso, indicado para a redução de apetite e auxílio à digestão.
  • Bergamota: suas propriedades terapêuticas e medicinais são antisséptico, analgésico, digestivo e bactericida, são utilizados para combater o estresse pelos seus efeitos sedativos e energizante.
  • Cedro: suas propriedades terapêuticas e medicinais são sedativo, relaxante, adstringente, diurético, expectorante, repelente de insetos usados para ansiedade e estresse.
  • Cipreste: suas propriedades terapêuticas e medicinais são restaurador dos nervos e sedativo, além de ser adstringente, antisséptico e cicatrizante usados para irritabilidade e nervosismo.


Conheça a Linha de Óleos Essenciais Alkymia di Grandha

Blends Contra Ansiedade e Estresse

Blend Contra Ansiedade

No difusor:

  • 2 gotas de óleo de lavanda francesa
  • 2 gotas de óleo de bergamota
  • 1 gota de óleo de laranja doce


Em colar ou algodão:

  • 1 gota de óleo de funcho doce
  • 1 gota de óleo de cipreste

Blend Contra Estresse

No difusor:

  • 2 gotas de óleo de ylang ylang
  • 2 gotas de óleo de sândalo amyris
  • 1 gota de óleo de bergamota


Em colar ou algodão:
*Diluir num pouco de água

  • 1 gota de óleo de gerânio
  • 1 gota de óleo de cedro virgínia

Blend para Banhos Calmantes e Relaxantes

  • 5 gotas de óleo de lavanda francesa
  • 5 gotas de óleo de ylang ylang
  • 5 gotas de óleo de sândalo amyris
  • 15 ml de óleo vegetal de calêndula


Referências:
1. Baldassin SP, Martins LC, Andrade AG. Traços de ansiedade entre estudantes de medicina. Arq Med ABC. 2006;31(1):27-31.
2. Lyra, Cassandra Santantonio de; Nakai, Larissa Sayuri; Marques, Amélia Pasqual. Eficácia da aromaterapia na redução de níveis de estresse e ansiedade em alunos de graduação da área da saúde: estudo preliminar. Fisioterapia e Pesquisa, São Paulo, v.17, n.1, p.13-7, jan/mar. 2010
3. Yamada K, Mimaki Y, Sashida Y. Effects of inhaling the vapour of Lavandula burnatii super-derived essential oil and linalool on plasma adrenocorticotropic hormone (ACTH), catechpolamine and gonadotropin levels in experimental menopausal female rats. Biol Pharm Bull. 2005;28(2):378-9.
4. Perry N, Perry E. Aromatherapy in the management of psychiatric disorders: clinical and neuropharmacological perspectives. CNS Drugs. 2006;20(4):257-80.
5. Tisserand R, Balacs T. Essential oil safety: a guide for health care professionals. London: Churchill Livingstone; 2009.
6. Trovo, M. M.; Silva, M. J. P da.; Leão, E. R. Terapias alternativas/complementares no Ensino público e privado: análise do conhecimento dos acadêmicos de Enfermagem. Rev. Latino- Am. de Enfermagem. Ribeirão Preto. Vol 11. N 4. Agosto, 2003.


Erica Cacoci é autora do Blog Grandha.

Acompanhe nossas atualizações e novidades no Facebook Grandha.

Grandha Instagram. @grandhabrasil, siga-nos no Instagram.


Óleos Essenciais e especiarias.

O Que São Óleos Essenciais e Por Que São Chamados Assim?

Compartilhe:

O Que São Óleos Essenciais?

Os óleos essenciais – OE – são utilizados pela humanidade há séculos. Banhos, rituais de beleza e até rituais religiosos; as suas aplicações tem sido muito variadas. Posteriormente, os óleos essenciais passaram a ser utilizados também como fonte terapêutica natural para cura e alívio de dores e doenças.

Os óleos essenciais são compostos aromáticos e voláteis, que podem ser extraídos de raízes, caules, folhas, flores ou de outras partes de plantas aromáticas. Essas extrações podem ocorrer por destilação de arraste a vapor, que é a técnica mais empregada, compressão de vegetais ou uso de solventes adequados.

Mulher faz tratamento de spa com óleos essenciais.

Os óleos essenciais são compostos aromáticos e voláteis, que podem ser extraídos de raízes, caules, folhas, flores ou de outras partes de plantas aromáticas.

Por Que o Óleo Essencial é Chamado Assim?

Sua principal característica consiste na volatilidade. É isso que o difere dos óleos fixos, também conhecidos como óleos vegetais. Alguns exemplos são os óleos de jojoba, abacate, macadâmia, entre outros.

Possuem composição química complexa e, em relação aos óleos vegetais, possuem vantagens adaptativas no meio em que estão inseridos. Essa composição química dos óleos voláteis varia entre as espécies e partes de um mesmo vegetal.

Uma mesma espécie botânica pode ser afetada pelo local de cultivo, condições de coleta, estabilização e estocagem, além dos fatores climáticos. Seus principais constituintes são, principalmente, os derivados terpênicos, como os mono e sesquiterpenos e os fenilpropanoides, que conferem suas características organolépticas, como odor característico.

Possibilidades Dos Óleos Essenciais São Muitas

Geralmente, óleos essenciais são empregados como fragrâncias – ou fixadores de fragrâncias – em composições farmacêuticas e comercializados na sua forma bruta ou beneficiada, fornecendo substâncias purificadas como o limoneno, citral, citronelal, eugenol, mentol e safrol.

Há cerca de 300 óleos essenciais de importância comercial no mundo e o Brasil é destaque na produção, ao lado da Índia, China e Indonésia, que são considerados os 4 grandes produtores mundiais. A posição do Brasil deve-se especialmente aos cítricos, que são subprodutos da indústria de sucos.

Mulher asiática passa óleos essenciais em tratamento estético.

Há cerca de 300 óleos essenciais de importância comercial no mundo e o Brasil é destaque na produção.

O crescente interesse dos consumidores em ingredientes funcionais a partir de fontes naturais está permitindo a aplicação dos óleos essenciais nas indústrias de alimentos, bebidas, produtos de higiene pessoal e cosméticos, com destaque para sua aplicação na área de tricologia e estética.

Cuidados Essenciais na Escolha do Óleo Essencial

Dentre os produtos naturais empregados em abordagens terapêuticas, estes óleos são utilizados frequentemente na aromaterapia e descritos como produtos com grande potencial terapêutico e farmacológico. Por serem altamente concentrados em diversas substâncias químicas, não devem ser aplicados diretamente à pele. É importante utilizar óleos vegetais carreadores para diluição dos mesmos. A utilização direta na pele pode causar alergia, manchas e lesões.

Este tipo de óleo pode apresentar problemas de qualidade, devido à variabilidade da sua composição, condições ambientais e adulteração. Adulterações, por exemplo, podem acontecer através da adição de compostos sintéticos ou óleos essenciais de menor valor ou mesmo da falsificação completa do óleo, com a mistura de substâncias sintéticas dissolvidas num veículo inerte. Portanto, é fundamental a aquisição de produtos de boa procedência, para que sua eficácia terapêutica seja garantida.


Doutora Erica Bighetti, autora do Blog Grandha.

Acompanhe nossas atualizações e novidades no Facebook Grandha.

Grandha Instagram. @grandhabrasil, siga-nos no Instagram.


Loja Virtual

Mídias Sociais

Facebook Grandha.

Instagram Grandha

YouTube Grandha