Facebook Grandha.
Instagram Grandha
YouTube Grandha
Mulher na praia.

Piscina e Praia: Cuidar dos Cabelos no Clima Quente da Primavera-Verão

Compartilhe:

Piscina e Praia: Cabelos Precisam de Cuidados Especiais

Períodos do ano em que as temperaturas encontram-se mais elevadas e, consequentemente, há maior exposição às radiações UV, águas de piscina e praia, os cuidados corretos com a fibra capilar e com o couro cabeludo são importantíssimos, visando a saúde e beleza dos mesmos.

Os raios ultravioletas – UVA e UVB – estão presentes o ano todo, porém são mais intensos em dias mais quentes e com poucas nuvens. Estes raios danificam a pele, inclusive o couro cabeludo. Pessoas calvas ou indivíduos com rarefação capilar são os mais acometidos, pois os pelos – cabelos – têm como uma de suas funções a de proteção da pele.

Danos no couro cabeludo podem ocorrer, como reações cutâneas representadas pelo eritema – vermelhidão – e prurido – coceira –, alergias e dermatites – processos fotoalérgicos ou fototóxicos – queimaduras, manchas e até mesmo câncer de pele. Na fibra capilar, as radiações ultravioletas geram desbotamento da cor, o que é mais intenso nos cabelos descoloridos, e diminuem a resistência dos fios resultando em cabelos mais fracos e quebradiços.

Mulher negra cuida de cabelo em piscina e praia.

Cuidados específicos em ocasiões de piscina e praia são essenciais.

Águas de Piscina e Praia e Seus Problemas

A águas de piscina e praias são conhecidos vilões quando o assunto é saúde dos cabelos. No caso da piscina, temos dois fatores que merecem atenção: o cloro, substância utilizada no tratamento para tratamento da água, o qual induz a oxidação de proteínas dos fios e desbotamento da cor. O outro fator é cobre, substância presente nos algicidas e/ou encanamentos, que promove o esverdeamento dos cabelos descoloridos. Tais substâncias em concentrações elevadas ou em contato com peles hipersensíveis podem também desencadear e/ou piorar reações no couro cabeludo, causando coceiras e dermatites, por exemplo.

Já a água de praia – salina – predispõe o ressecamento e, consequentemente, maior fragilidade dos fios. O sal também intensifica os danos causados pelas radiações. As temperaturas elevadas predispõem o aumento da secreção das glândulas sudoríparas e sebáceas. Com isso, há maior produção de suor e tendência à oleosidade, fatores que podem afetar a microbiota do couro cabeludo e aumentar a suscetibilidade a caspas, prurido e até mesmo a infecções fúngicas locais.

Mulher cuida de cabelo em piscina e praia.

Cabelos ficam naturalmente fragilizados quando expostos às águas de piscina e praia.

Dicas de Saúde Primavera-Verão

Abaixo, listo algumas dicas para manter a saúde e beleza dos cabelos em épocas mais quentes do ano:

  • A higienização correta e com produtos adequados é primordial. A frequência de lavagens dos cabelos deve ser maior e quantas vezes for necessária. Após o contato com água do mar e/ou piscina os cabelos devem ser lavados o quanto antes e com água na temperatura adequada – evite água quente;
  • Produtos que visam a manutenção da microbiota do couro cabeludo, bem como a hidratação dos fios, são os mais indicados;
  • Tratamentos para os fios visando hidratação e nutrição são bem vindos;
  • A proteção do couro cabeludo e dos fios contra todos estes fatores é importante para prevenir e amenizar possíveis danos;
  • Antes da exposição a radiações ultravioletas, águas de piscina ou praia, é indicado o uso de leave-in específico nos fios;
  • Chapéus e Bonés

    Chapéus e bonés são fortes aliados para amenizar a exposição aos raios UV. Há tecidos no mercado que oferecem proteção UV, aumentando as barreiras físicas.


    Dra. Thalita Rodrigues currículo para o Blog Grandha.

    Acompanhe nossas atualizações e novidades no Facebook Grandha.

    Grandha Instagram. @grandhabrasil, siga-nos no Instagram.


Loja Virtual

Mídias Sociais

Facebook Grandha.

Instagram Grandha

YouTube Grandha