Facebook Grandha.
Instagram Grandha
YouTube Grandha
Laser de baixa potência no tratamento de alopecia e calvície, no couro cabeludo.

Terapia Capilar a Laser Recupera Cabelos e Combate Calvície e Alopecia

Compartilhe:

Laser de Baixa Potência na Terapia Capilar

A presença do laser de baixa potência no cenário da terapia capilar está cada vez mais ascendente e tem se solidificado em nosso país, onde já somos referência, seja pelo desenvolvimento de novos produtos cosmecêuticos, seja pelo foco educacional que a Grandha e a ABT têm trabalhado no Brasil.

Junto a este cenário surge também diversas opções para os tratamentos de recuperação dos cabelos. Muitas das opções provêm da estética, como é o caso do laser de baixa potência. Este tipo de equipamento já é amplamente utilizado em outras áreas como odontologia, fisioterapia e enfermagem. Agora, seu uso se consolida também na tricologia.

O Aparelho de Laser de Baixa Potência

Na terapia capilar, o laser tem se mostrado uma excelente opção na recuperação dos cabelos, principalmente por aumentar a energia celular e possibilitar maior síntese de mitose. Todavia, seu uso correto e associado ao cosmético ideal é fundamental para a obtenção de bons resultados. Ainda vemos profissionais com muitas dúvidas e utilizando este aparelho sem o devido treinamento, o que pode comprometer não somente os resultados, mas também a saúde dos clientes.

O laser gera energia – medida em Joules. Alguns artigos recomendam o uso de 2 a 4 Joules para recuperação capilar e alguns estudos recentes apontam os benefícios de doses maiores. É importante se atentar à potência do aparelho de laser, pois nem todos atingem o mesmo valor máximo em Joules. Os aparelhos certificados pela Anvisa possuem 100 mW de potência e atingem 1 Joule a cada 10 segundos. Já aparelhos de pouca eficiência podem demorar muito para alcançar os Joules, comprometendo o resultado.

O Cosmético Precisa Ser Escolhido Com Cuidado

Outro item importante para este tipo de tratamento é a escolha de um bom cosmético. Um produto ideal para ser utilizado com o laser de baixa potência é o Urbano Spa Black, pois seus ativos complementam a ação do tratamento. Em primeiro lugar, é necessária a utilização do Black Pearl Shampoo por duas vezes, para higienizar o couro. Depois, aplica-se o Coacervado Ultra Resist nos fios, massageando-os.

Urbano Spa Black associado ao processo de Microagulhamento. Grandha.

O kit Urbano Spa Black possui fatores de crescimento.

Após o enxágue completo, é preciso secar o couro cabeludo – nunca use laser em couro cabeludo molhado. Neste momento, sim, realiza-se a aplicação apenas nos locais a serem tratados. Após o uso, segue-se ao Magma Power, rico em fatores de crescimento. Lembramos que este produto terá melhor desempenho se aplicado após, e não antes do laser.

Recomendação importante

Sempre use óculos de proteção, não utilize sobre gestantes, não aplique sobre óleos essenciais. Todos estes pontos e a correta certificação para uso do laser você pode estudar no curso FBTC da Academia Brasileira de Tricologia.


Referência:
[1] LOW‐LEVEL LASER (LIGHT) THERAPY (LLLT) FOR TREATMENT OF HAIR LOSS (HAMBLIN, 2013).
[2] MECHANISMS OF LASER-INDUCED HAIR REGROWTH ( HAMBLIN, 2006).


Leandro Ferreira é membro da Equipe Técnica Grandha, graduado em terapia capilar, pós-graduado em tricologia, pós-graduando em biofotônica e coordenador do salão Mix Mania Cabeleireiros em Campinas, SP.

Acompanhe nossas atualizações e novidades no Facebook Grandha.

Grandha Instagram. @grandhabrasil, siga-nos no Instagram.


Crescimento Capilar e Microagulhamento: Cada Caso é um Diagnóstico

Compartilhe:

Crescimento Capilar e Microagulhamento

Microagulhamento, pautado na condição da terapia capilar para crescimento capilar, precisa ser entendido como um mecanismo que provoca uma injúria. Como eu venho dizendo, essa condição de causar uma injúria vai exigir uma resposta do nosso organismo ao evento de cicatrização e ao evento de reparação tecidual.

Nisso, foi descoberta na década de 80, a produção dos fatores de crescimento capilar. Estes fatores de crescimento capilar são estruturas liberadas por células de regulação tecidual, como queratinócitos, melanócitos, fibroblastos, entre outras células imunológicas que promovem essa regeneração.

Processo Inflamatório do Microagulhamento Precisa de Cuidados

Através dessa regeneração, o folículo piloso é ativado. Essa ativação do folículo piloso gera a possibilidade de melhorar ou ao menos aumentar o crescimento capilar, ou ainda estimular aqueles folículos pilosos que estão adormecidos, os quais chamamos de folículos quenógenos.

Então, qual é o entendimento? Estes fatores de crescimento capilar são importantes, sim, para o folículo piloso. Mas existem aqueles que são bons e aqueles que são atrófilos; aqueles que estimulam e aqueles que podem provocar uma cicatrização. Isso precisa ficar muito nítido.

Magma Power Growth Factors, Urbano Spa Black. Grandha Hair Therapy, lançamento em 12/03/2018, no Centro Técnico Mart'bel.

O Magma Power Growth Factors possui os fatores de crescimento IGF, VEGF e BFGF.

Para Crescimento Capilar, Consideremos Todas as Opções

Por isso que o microagulhamento nem sempre será a melhor opção. A melhor opção sempre será promover uma regeneração, uma biomodulação, eliminando o processo inflamatório. Por isso que nós –eu, entre outros colegas de profissão – insistimos tanto sobre a necessidade de retirar a inflamação, melhorar casos de descamação, entre outras coisas.

Então, o que precisa ficar claro: o microagulhamento é uma ferramenta para a terapia capilar. Não se trata de um mecanismo de utilização única e nem sempre é a melhor estratégia. A melhor estratégia nunca será somente promover inflamação no couro cabeludo.

Compreender o Couro Cabeludo é Essencial

O couro cabeludo, fisiologicamente, já é um local caracterizado por processos inflamatórios, seja via estresse, exposição solar, entre outros fatores físicos e químicos que provocam inflamações. Essas inflamações podem diminuir o crescimento do cabelo ou promover o aumento da queda.

Crescimento Capilar e Microagulhamento: Conclusões

Minha dica: o microagulhamento é bom? Sim, é bom, desde que seja uma pré-condição de terapia capilar antes, com mecanismos não-invasivos. Fatores de crescimento são essenciais.

Observações finais: Folículo piloso não promove crescimento de cabelo sem fatores de crescimento ou superexpressões gênicas, mas nós temos isso via microagulhamento, laser e alguns cosmecêuticos, como por exemplo, o Magma Power, que eu já orientei no meu artigo anterior.


Eduardo Motta é terapeuta capilar pós-graduado em Tricologia e Terapia Capilar Avançada pela Universidade Anhembi Morumbi, tricologista pelo IAT, docente da ABT e professor da pós-graduação em tricologia da Universidade Anhembi Morumbi.

Acompanhe nossas atualizações e novidades no Facebook Grandha.

Grandha Instagram. @grandhabrasil, siga-nos no Instagram.


Loja Virtual

Mídias Sociais

Facebook Grandha.

Instagram Grandha

YouTube Grandha