Facebook Grandha.
Instagram Grandha
YouTube Grandha
Couro cabeludo afro ou crespo, cuidados e fisiologia da pela negra.

Couro Cabeludo Afro ou Crespo: Cuidados e Fisiologia da Pele Negra

Compartilhe:

Couro Cabeludo Afro ou Crespo

Afro, crespo, cacheado ou liso, o cabelo desempenha um papel que vai muito além de proteção contra exposição solar e traumas. Dentre outras coisas, ele indica gênero, raça, sexualidade, identidade, aceitação e beleza. Os padrões de beleza vêm sofrendo muitas mudanças no decorrer dos tempos. Já passamos por épocas nas quais os permanentes faziam grande sucesso; noutras épocas, o bonito mesmo era usar perucas, onde se exibiam várias formas diferentes de cabelos. Noutro momento, a beleza foi vinculada aos cabelos lisos e até mesmo crianças eram obrigadas a esconder seus cabelos esvoaçantes e adotavam rabos de cavalos e “maria chiquinha” bem tensionados.

Com esses padrões mais ou menos estabelecidos, quem fugia disso era submetido às químicas de transformação de alisamento e algumas escolhas envolvidas não eram benéficas à saúde – sendo até mesmo tóxicas. Neste período, os cabelos afro e crespo, assim como os produtos específicos para seus tratamentos, ficaram em baixa. Com o uso contínuo das químicas ilegais de transformação capilar – formol e afins –, aumentou o indício de danos na fibra, incluindo quebra capilar, perdas capilares e disfunções de couro cabeludo.

Particularidades dos Cabelos Afro e Crespo

Nos últimos tempos, as atenções se voltaram aos cabelos afro e crespo, dando-lhes um espaço maior na mídia e no mercado cosmético. Depois de anos cultivando os cabelos lisos, agora é necessário reaprender e respeitar as particularidades destes tipos de cabelo. Para tanto, observa-se uma ênfase enorme nos cuidados com os fios, esquecendo da necessidade de se manter um couro cabeludo saudável.

Mulher com couro cabeludo afro ou crespo, cuidados e fisiologia da pela negra.

Depois de anos cultivando os cabelos lisos, agora é necessário reaprender e respeitar as particularidades dos cabelos afro e crespo.

Neste caso, é necessário entender sua fisiologia para direcionar cuidados específicos para etnia. Os folículos pilosos nos afros apresentam formatos achatados. Isso favorece uma inclinação diferente para as glândulas sebáceas e, logo, a conformação proteica num formato elíptico e a distribuição assimétrica com reparação do orto e paracórtex. Devido a esta morfologia característica, os óleos excretados pelo couro cabeludo enfrentam maior dificuldade para percorrer toda a dimensão do fio afro e crespo. Naturalmente, isso favorece ainda mais o ressecamento natural deste tipo de fio (CARVALHO et al 2005; LUZ, 2018).

Cuidados com a Microbiota do Couro Cabeludo

Este acúmulo de óleo no couro – não distribuído no fio –, mais o uso excessivo de cosméticos mais gordurosos e, em muitos casos, uma frequência reduzida de higienização são fatores que podem influenciar uma alteração da microbiota: um conjunto de bactérias e fungos que se alimentam de sebo e queratinócitos – células de pele morta. O fino equilíbrio da microbiota é essencial para a proteção, bom funcionamento do metabolismo e produção de aminoácidos, nutrientes e vitaminas importantes para o crescimento de cabelos saudáveis.

Mulher com couro cabeludo afro ou crespo, cuidados e fisiologia da pela negra.

O fino equilíbrio da microbiota do couro cabeludo é essencial para um cabelo saudável.

A desatenção com os cuidados do couro cabeludo pode gerar distúrbios como a dermatite seborreica, um processo inflamatório especialmente incidente na pele negra. Outro problema que pode ser ocasionado é a foliculite, uma inflamação do folículo que também é muito recorrente na pele negra, devido à direção do crescimento do pelo, que se encurva para baixo e penetra na epiderme ou ocorre um cresce dentro do próprio folículo, perfurando sua parede e causando inflamação.

Outros problemas comuns são prurido, irritação, descamação e alopecia por tração, devido a hábitos de penteados com tensão prolongada e escassez elástica que ancoram os folículos, sendo irreversível em alguns casos. Embora seja essencial tomar os devidos cuidados com os fios afro e crespo e ter atenção à suas necessidades de maior reposição lipídica, não podemos deixar de lado a importância da remoção de agentes poluentes, sujidades, resíduos de cosméticos e excesso de sebo. A tudo isso, segue-se ainda a reposição condicionante para brilho, penteabilidade e os cuidados com finalizadores apropriados às necessidades típicas dos fios afro e crespo( OLIVEIRA, 2013; INSTITUTO RACINE, 2005; LUZ, 2018).

Dicas Importantes

São necessários cuidados rotineiros para se obter cabelos crespos saudáveis e bonitos , como:

Dica 1

Na higienização, é importante equilibrar a temperatura da água e evitar a água quente, pois esta estimula ainda mais os fios ressecados e favorece descamações no couro cabeludo.

Dica 2

Regularizar níveis hidrolipidícos da fibra capilar é essencial para proporcionar melhor formatação dos cachos e ondas.

Dica 3

Usar formulações suaves com potencial descongestionante, combatendo micro-inflamações e melhorando as condições gerais do couro cabeludo.

Dica 4

Enxaguar bem o couro cabeludo e evitar depósito de resíduos que poderão gerar desequilíbrio da homeostasia.

Dica 5

Se houver necessidade de um shampoo um pouco mais limpante em algum momento, proteja sua fibra capilar antes. Uma boa sugestão é usar óleo vegetal puro.

Dica 6

Não dormir com os cabelos molhados, para evitar proliferação de fungos e bactérias.

Dica 7

Massagear o couro cabeludo para melhorar o aporte sanguíneo e facilitar a entrega de nutrientes.

Dica 8

No banho, use os dedos para desembaraçar seus cabelos e lembre-se: cabelos molhados têm maior tendência a quebrar.

Dica 9

Invista em produtos ricos em boas gorduras e que proporcionem limpezas suaves para equilibrar necessidades tanto de couro cabeludo, quanto de fibra capilar, sempre respeitando suas características.

Dica 10

Em caso de dificuldade com o domínio e conhecimentos específicos com o seu tipo de cabelo, procure um profissional de terapia capilar para te direcionar em relação ao equilíbrio entre couro cabeludo e fios, evitando as tais disfunções mais comuns à pele negra.

Lembre-se: seus cachos são como seu coração e precisam de cuidados especiais para ficarem bonitos e, principalmente, saudáveis!


Viviane Coutinho, colunista do Blog Grandha.

Acompanhe nossas atualizações e novidades no Facebook Grandha.

Grandha Instagram. @grandhabrasil, siga-nos no Instagram.

Outros Artigos