Facebook Grandha.
Instagram Grandha
YouTube Grandha
Óleos Essenciais e especiarias.

O Que São Óleos Essenciais e Por Que São Chamados Assim?

Compartilhe:

O Que São Óleos Essenciais?

Os óleos essenciais – OE – são utilizados pela humanidade há séculos. Banhos, rituais de beleza e até rituais religiosos; as suas aplicações tem sido muito variadas. Posteriormente, os óleos essenciais passaram a ser utilizados também como fonte terapêutica natural para cura e alívio de dores e doenças.

Os óleos essenciais são compostos aromáticos e voláteis, que podem ser extraídos de raízes, caules, folhas, flores ou de outras partes de plantas aromáticas. Essas extrações podem ocorrer por destilação de arraste a vapor, que é a técnica mais empregada, compressão de vegetais ou uso de solventes adequados.

Mulher faz tratamento de spa com óleos essenciais.

Os óleos essenciais são compostos aromáticos e voláteis, que podem ser extraídos de raízes, caules, folhas, flores ou de outras partes de plantas aromáticas.

Por Que o Óleo Essencial é Chamado Assim?

Sua principal característica consiste na volatilidade. É isso que o difere dos óleos fixos, também conhecidos como óleos vegetais. Alguns exemplos são os óleos de jojoba, abacate, macadâmia, entre outros.

Possuem composição química complexa e, em relação aos óleos vegetais, possuem vantagens adaptativas no meio em que estão inseridos. Essa composição química dos óleos voláteis varia entre as espécies e partes de um mesmo vegetal.

Uma mesma espécie botânica pode ser afetada pelo local de cultivo, condições de coleta, estabilização e estocagem, além dos fatores climáticos. Seus principais constituintes são, principalmente, os derivados terpênicos, como os mono e sesquiterpenos e os fenilpropanoides, que conferem suas características organolépticas, como odor característico.

Possibilidades Dos Óleos Essenciais São Muitas

Geralmente, óleos essenciais são empregados como fragrâncias – ou fixadores de fragrâncias – em composições farmacêuticas e comercializados na sua forma bruta ou beneficiada, fornecendo substâncias purificadas como o limoneno, citral, citronelal, eugenol, mentol e safrol.

Há cerca de 300 óleos essenciais de importância comercial no mundo e o Brasil é destaque na produção, ao lado da Índia, China e Indonésia, que são considerados os 4 grandes produtores mundiais. A posição do Brasil deve-se especialmente aos cítricos, que são subprodutos da indústria de sucos.

Mulher asiática passa óleos essenciais em tratamento estético.

Há cerca de 300 óleos essenciais de importância comercial no mundo e o Brasil é destaque na produção.

O crescente interesse dos consumidores em ingredientes funcionais a partir de fontes naturais está permitindo a aplicação dos óleos essenciais nas indústrias de alimentos, bebidas, produtos de higiene pessoal e cosméticos, com destaque para sua aplicação na área de tricologia e estética.

Cuidados Essenciais na Escolha do Óleo Essencial

Dentre os produtos naturais empregados em abordagens terapêuticas, estes óleos são utilizados frequentemente na aromaterapia e descritos como produtos com grande potencial terapêutico e farmacológico. Por serem altamente concentrados em diversas substâncias químicas, não devem ser aplicados diretamente à pele. É importante utilizar óleos vegetais carreadores para diluição dos mesmos. A utilização direta na pele pode causar alergia, manchas e lesões.

Este tipo de óleo pode apresentar problemas de qualidade, devido à variabilidade da sua composição, condições ambientais e adulteração. Adulterações, por exemplo, podem acontecer através da adição de compostos sintéticos ou óleos essenciais de menor valor ou mesmo da falsificação completa do óleo, com a mistura de substâncias sintéticas dissolvidas num veículo inerte. Portanto, é fundamental a aquisição de produtos de boa procedência, para que sua eficácia terapêutica seja garantida.


Doutora Erica Bighetti, autora do Blog Grandha.

Acompanhe nossas atualizações e novidades no Facebook Grandha.

Grandha Instagram. @grandhabrasil, siga-nos no Instagram.


Mulher com máscara de argila branca.

Argila Branca Serve Para Quê? Conheça os Benefícios e Como Usar

Compartilhe:

O Que é Argila Branca?

A argila branca – assim como as argilas, em geral –, é um material natural terroso com composição heterogênea de silicatos hidratados de alumínio, ferro, magnésio, silício, potássio, zinco, entre outros denominados de argilo-minerais (SOUZA, 2006). As argilas usadas nos protocolos estéticos possuem granulometria equalizada. Ou seja, suas partículas sólidas são cuidadosamente preparadas para que tenham tamanho e constituição uniformes.

São classificadas como cosméticos sólidos. Para sua utilização sobre a pele ou couro cabeludo, devem ser dispersas em soluções cosméticas adequadas. Somente assim podem fornecer todos os seus benefícios. Dentre as ações principais que as argilas provocam no tecido dérmico, podemos citar duas: adição e retirada.

Argila Verde e Argila Branca para que serve e como usar?

A argila branca (esq.) é proveniente da alteração de rochas lavadas pela água das chuvas e possui elevada quantidade de alumínio.

Argila Branca Serve Para Quê?

Ao mesmo tempo em que retira resíduos externos e desintoxica superficialmente, a argila branca também promove a nutrição tópica, por meio de liberação de minerais e oligoelementos – formação de enzimas, hormônios e vitaminas. Tais ações a qualificam como um cosmético necessário para o cuidado na estética capilar, facial e corporal.

Sua constituição química está ligada diretamente à cor (FARIA; JALIL, 2019). A argila branca é proveniente da alteração de rochas lavadas pela água das chuvas e possui elevada quantidade de alumínio. É indicada para pele e couro cabeludo sensíveis e delicados, devido às suas propriedades cicatrizantes e pH próximo ao fisiológico. Além disso, também é capaz de controlar a produção sebácea devido à presença do zinco.

Sugestões de Uso

Protocolo refrescante e cicatrizante em peles com rosácea: Após higienização da face, aplique a mistura da argila branca e Amino Acqua Infusion Therapy. Aguarde o tempo de pausa indicado, aplique cosmético hidratante e protetor solar.

Protocolo antioleosidade para pele acneica com fotobiomodulação: Após higienização da face com sabonete contendo ácido salicílico, aplique o LED azul e, em seguida, uma mistura da argila branca e Amino Acqua Infusion Therapy. Aguarde tempo de pausa e finalize com hidratante para pele acneica e protetor solar.

Mulher com máscara de argila branca.

A argila branca é indicada para pele e couro cabeludo sensíveis e delicados, devido às suas propriedades cicatrizantes e pH próximo ao fisiológico.

Protocolo antioleosidade capilar com ledterapia: Aplique o LED nas cores azul e âmbar junto a uma mistura da argila com o Amino Acqua Infusion Therapy. Aguarde tempo de pausa e remova com o Shampoo D.Tox. Finalize com o condicionador Amino Complex Hair Therapy da linha Urbano Spa Blue.

Protocolo para harmonizar couro cabeludo oleoso e haste ressecada: Aplique a mistura da argila branca e Amino Acqua Infusion Therapy somente no couro cabeludo. Na haste capilar, aplique um blend de óleos – abacate, macadâmia e laranja doce. Posicione o vapor de ozônio e deixe atuar por, aproximadamente, 20 minutos. Faça a higienização do couro e fibra com o Shampoo Flowers. Na haste, aplique o Verniz Texture.


Ursula Abelan é farmacêutica e bioquímica. Blog Grandha.

Acompanhe nossas atualizações e novidades no Facebook Grandha.

Grandha Instagram. @grandhabrasil, siga-nos no Instagram.


Argila Negra: Solução Natural Para Rosto, Pele e Cabelo

Compartilhe:

Argila Negra Para Pele e Cabelo Ao Longo do Tempo

A argila negra está em evidência ultimamente, mas desde a antiguidade há relatos sobre os benefícios de seu uso, assim como de todas as argilas.

O filósofo Aristóteles e o médico Hipócrates já sabiam que as argilas tratavam a saúde e fortaleciam o sistema imunológico. No Egito, as argilas eram usadas nos processos de embalsamento dos corpos.

Argila negra para aplicação no rosto, pele e cabelo.

A argila negra tem sido utilizada com finalidades cosméticas e curativas há séculos.

Ao longo do tempo, foram muitos os povos que usufruíram do poder deste composto para uso medicinal. E não era à toa que conseguiam resultados. Conhecida pela humanidade como os medicamentos mais antigos do mundo, as argilas vêm se destacando a cada dia com as novas descobertas de seus múltiplos benefícios à saúde.

O Que é a Argila Negra?

A argila é resultado da decomposição de rochas, óxidos, diversos minerais e água. As diferentes cores das argilas dependem da composição de minerais contidos em cada uma delas.

Por ser riquíssima em minerais, a argila pode conter silício, alumínio, ferro, magnésio, manganês e potássio, os quais atuam na troca metabólica da pele. Cada cor de argila tem sua função para cada tipo de pele, por conta da sua composição mineral.

Argila negra para aplicação no rosto, pele e cabelo.

A argila negra é riquíssima em minerais, a argila pode conter silício, alumínio, ferro, magnésio, manganês e potássio.

Argila Negra na Terapia Capilar

Muito conhecida no mundo da estética, a argila negra ainda é pouco explorada na terapia capilar. Acontece que todas as argilas são fortes aliadas quando o assunto é saúde e bem-estar. Um ponto fundamental: as argilas são importantes na realização de homeostase no organismo.

O que é Homeostase?

A homeostase é o estado de equilíbrio fisiológico de um organismo, a partir da regulação do metabolismo e suas funções.

Como Usar a Argila Negra

Na composição da argila negra há óxido de silício, alumínio e titânio. Sua rápida atuação na regeneração da pele reduz manchas e ativa a circulação sanguínea – aumentando a vasodilatação local. Por isso, sua aplicação é muito benéfica principalmente para o crescimento capilar.

Mulher com máscara de argila negra.

Sua rápida atuação na regeneração da pele reduz manchas e ativa a circulação sanguínea.

Também é usada na estética como ativo ideal para peles maduras, por seu poder de atenuar as marcas de expressão. Para fumantes, pode ser usada em máscara, para eliminar toxinas e células mortas e manter a pele extremamente luminosa.

No uso corporal, pode atuar na melhora da vascularização de regiões com celulites e estrias, pois melhora a condição da pele pelo efeito regenerador. É muito importante seu desempenho direcionado à repilação capilar em produto cosmético, auxiliando a terapia capilar.

Possibilidades de Aplicação da Argila Negra

A aplicação da argila negra pode ser através de uma máscara facial ou até diretamente no couro cabeludo. Em todo caso, ela promoverá um bom controle da oleosidade natural e uma melhora da circulação sanguínea.

Na pele, promove limpeza, remoção de oleosidade, amenização de manchas, efeito lifting, além de sedosidade e um efeito refrescante. Tudo isso porque ela é anti-inflamatória, adstringente, tem efeito calmante e retira toxinas e impurezas da pele.

Argila negra para aplicação no rosto, pele e cabelo.

Na pele, promove limpeza, remoção de oleosidade, amenização de manchas, efeito lifting, além de sedosidade e um efeito refrescante.

A argila negra ainda pode ser usada em artrites, artroses, reumatismo e tendinites, por conta de seu eficiente poder anti-inflamatório.

Rica em oligoelementos, a argila faz essa troca metabólica ao eliminar toxinas e devolver minerais para o equilíbrio da pele.

Cuidados no Preparo da Argila

As argilas têm granulações diferentes. Por isso, há sempre o risco de errar na hora de prepará-las para uso. O ideal é que a textura fique como mel, de forma que possa ser aplicada sem escorrer. Assim, a argila entregará seus benefícios no tempo de atuação adequado, que deve ser de 15 a 20 minutos.

Para uso de emplastos em inflamações, deve-se fazer a aplicação e envolver o local com uma faixa ou gaze. Em seguida, deve-se esperar o tempo de 20 minutos e retirar a argila com água morna.

Todos os tratamentos com as argilas devem ser efetuados uma vez por semana. O uso indevido da argila pode ocasionar justamente um efeito contrário ao planejado.

Dicas de Preparação e Uso

Separe uma dosagem de Argila Negra proporcionalmente a uma dosagem de Amino Acqua Infusion – água nutritiva polarizada para, potencializar a ação das argilas.

Argila negra Grandha para aplicação no rosto, pele e cabelo.

A Argila Negra Grandha possui rica composição de minerais.

Em seguida, misture a Argila Negra e o Amino Acqua num recipiente de porcelana ou vidro – não use plásticos ou metais. Procure obter uma textura homogênea e viscosa, como mel, com o auxílio de uma espátula. Por fim, aplique com um pincel.

Respeite o tempo de pausa e, depois do uso da argila, evite aplicar outros produtos ou tratamentos. Repita a aplicação após uma semana.


Nadhia Souza é visagista e autora do Blog Grandha.

Acompanhe nossas atualizações e novidades no Facebook Grandha.

Grandha Instagram. @grandhabrasil, siga-nos no Instagram.


Page 1 of 212

Loja Virtual

Mídias Sociais

Facebook Grandha.

Instagram Grandha

YouTube Grandha